Streamer de Call of Duty esquece de esconder hack e é banido da Twitch TV

O streamer da Twitch TV "TwistedBear" foi banido da plataforma no último sábado (11). O jogador fazia uma transmissão ao vivo de Call of Duty: Modern Warfare, na sexta-feira (10), quando foi flagrado usando wallhack após esquecer de esconder que estava trapaceando. Em poucas horas, o vídeo viralizou no YouTube, Twitter e Reddit, até que a Twitch removeu o canal de TwistedBear do ar. Não há informação se a punição é permanente e, até o fechamento desta matéria, a conta de streamer continuava ativa no Call of Duty.

Call of Duty: Warzone: veja práticas proibidas que podem banir jogadores

O wallhack é um software que altera os arquivos do jogo e mostra os oponentes por trás das paredes, dando grande vantagem para os seus utilizadores. Esses programas são conhecidos e estritamente proibidos em games competitivos, como o próprio CoD e Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), Free Fire, PUBG e Rainbow Six: Siege (R6). Os players que são pegos utilizando esse cheat podem ser banidos para sempre desses games.

Quer comprar jogos, consoles e PC's com desconto?

Em um vídeo hospedado pelo canal "Streaming Disease" no YouTube, é possível ver TwisteadBear trapaceando. O jogador aparece nitidamente despreocupado com o fato de estar sendo visto pelos seus espectadores. A impressão que dá é que o streamer esqueceu de ocultar a aparição do wallhack na stream ou o software falhou ao executar o stream mode, fazendo com que sua suposta habilidade gamer fosse desmascarada. O streamer vinha sendo considerado um dos melhores jogadores do atual Call of Duty por parte da comunidade antes de ser descoberto.

As desenvolvedoras Activision e Infinity Ward têm tomado medidas rigorosas para conter o surgimento de hackers, chegando a banir 70 mil jogadores em menos de um mês do lançamento de Warzone. Apesar disso, diversos trapaceiros continuam violando as regras e prejudicando a experiência de outros players.

Via Dexerto, YouTube, Daily Esports, The Gamer, Twitter