HomePod Mini: saiba tudo sobre a nova caixa de som inteligente da Apple

A Apple anunciou recentemente o HomePod Mini, versão menor do smart speaker HomePod. O modelo, lançado junto ao iPhone 12 e com assistente Siri integrada, tem como uma das principais novidades o áudio computacional, que otimiza o som do que está tocando praticamente em tempo real. O produto vai permitir ainda uma interação mais prática entre dispositivos da maçã graças ao Intercom, permitindo seguir com a reprodução do iPhone ou iPad sem parar, ou até mesmo ter um endereço no GPS ao falar sobre um local na caixinha, por exemplo.

O dispositivo, que chega para concorrer diretamente com as Echo Dot, da Amazon, com Alexa, e Google Nest Mini, com Google Assistente, vai permitir ainda controlar aparelhos conectados via HomeKit, serviço de casa conectada da Apple. Seu preço é de US$ 99, cerca de R$ 553 em conversão direta, e o produto chega às lojas dos Estados Unidos a partir de 19 de novembro. Por enquanto, ainda não há previsão de chegada do HomePod Mini ao Brasil.

Xiaomi tem caixa de som inteligente com rival da Alexa e preço baixo

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto?

Ficha técnica HomePod Mini

Lançamento: 13 de outubro de 2020 (chega às lojas em 16 de novembro)Preço: US$ 99Dimensões: 9,7 x 8,4 cmCores: branco e cinza espacialConsumo: certificado Energy Star de consumo eficientePeso: 345 gramasVersão do Bluetooth: 5.0Conexão: Wi-Fi e sistema Ultra Wideband de comunicação sem fio

Design

De acordo com a Apple, a malha metálica que reveste o HomePod Mini é fabricada com 90% de plástico reciclado e as fibras de madeira das embalagens são de florestas sustentáveis ou de fontes recicladas. O HomePod mini estará disponível nas cores cinza espacial e branco.ão, o modelo é revestido com um tecido de malha trançada, sendo que a parte superior da caixinha é sensível ao toque.

De acordo com a Apple, a malha metálica que reveste o HomePod Mini é fabricado com 90% de plástico reciclado, enquanto as fibras de madeira das embalagens são de florestas sustentáveis ou de fontes recicladas. O HomePod mini fica disponível nas cores cinza espacial e branco.

Potência e Som

Apesar de compacto, o HomePod Mini deve entregar um som potente, graças ao chip Apple S5. O novo dispositivo utiliza o recurso áudio computacional, que promete equalizar o conteúdo a ser reproduzido faixa por faixa, melhorando o que for necessário – e tudo via Inteligência Artificial. Esse processo, segundo a maçã, acontece praticamente em tempo real.

Além de ajustar as faixas de frequência de forma automática, o produto também promete um melhor alcance dinâmico e otimização de volumes com a função. O HomePod Mini tem drivers duplos de longo alcance e radiadores passivos, que prometem entregar bons médios, graves e agudos, sem desequilíbrio.

O HomePod Mini também oferece uma experiência de áudio imersiva em 360°. Basicamente, o novo smart speaker direciona o fluxo de som para baixo e para fora, em direção à parte inferior do aparelho. Isso permite ao usuário colocar a caixa de som em qualquer lugar e sentir como se o som circulasse pelo ambiente, garantindo maior realismo e um áudio mais consistente.

Segundo a Apple, o gadget é capaz de escutar o comando “Hey Siri” mesmo com música alta – um problema comum em smart speakers. Um conjunto de três microfones ficará responsável por reconhecer a voz do usuário, enquanto uma quarta captação isola o som do alto-falante, fazendo com que a detecção da voz seja feita mesmo durante a reprodução de outros áudios.

O HomePod Mini foi desenvolvido para funcionar com Apple Music, além de facilitar o acesso a podcasts e estações de rádio como iHeartRadio e TuneIn. Mas, para quem usa outros serviços streaming, como o Amazon Music e Pandora, por exemplo, a Apple promete suporte em breve.

Recursos

O HomePad Mini chega com um novo recurso chamado Deep iPhone Integration, que permite a localização e comunicação automática de dispositivos equipados com a tecnologia. Dessa maneira, basta aproximar seu iPhone do HomePod Mini para transferir instantaneamente a reprodução de uma música para a caixa de som.

A funcionalidade só está disponível nos aparelhos equipados com o chip U1, presente no HomePod Mini, e nos iPhone 11, iPhone 12 e variações. Além disso, ao colocar dois HomePod Mini no mesmo ambiente, ambos vão permitir a configuração do par como alto-falantes eséreo.

Outra novidade é a função chamada Intercom. O novo sistema vai permitir que todos os usuários dentro de uma casa consigam se comunicar de uma maneira simples e rápida. A ideia é facilitar o envio de mensagens de voz de um HomePod Mini para outro, ou até mesmo para todos os HomePods presentes na residência. A "função de interfone" deve funcionar em iPhones, iPads, Apple Watch, AirPods e CarPlay, entregando as notificações das conversas a qualquer um.

O HomePod Mini também pode ser usado como uma central de automação residencial. Por meio dos comandos de voz da Siri será possível criar cenas, como apagar ou acender as luzes, além de trancar janelas e portas. O recurso vale para dispositivos IoT compatíveis com a assistente da Apple.

A Siri também será capaz de reconhecer quem está falando e, assim, responder a solicitações pessoais como acessar mensagens, lembretes, notas e compromissos do calendário. Também é possível adaptar músicas e resultados de pesquisas de acordo com as preferências de cada usuário.

Consumo

Apesar de compacto, o smart speaker da Apple precisa de tomadas para funcionar. Por isso, o HomePod Mini acaba não sendo uma boa opção para quem procura uma caixa de som portátil. Segundo a empresa, o gadget usa recursos de gerenciamento de energia otimizados e conta com um software inteligente que reduz o gasto energético durante períodos de inatividade do aparelho.

O HomePod Mini promete consumir até 75% menos energia que os padrões mais rígidos da Energy Star, padrão internacional que certifica o consumo eficiente de energia dos produtos eletroeletrônicos.

Preço e disponibilidade

O HomePod Mini fica disponível nos Estados Unidos por US$ 99, cerca de R$ 553 na cotação atual. A pré-venda do produto começa no dia 6 de novembro e as entregas começam a partir do dia 16. Além dos Estados Unidos, o HomePod Mini deve ficar disponível ainda este ano em mercados de China, México e Taiwan, mas ainda não há previsão de lançamento no Brasil.

Concorrentes

O HomePod Mini chegou para concorrer com speakers inteligente como a Echo Dot, da Amazon, e Nest Mini, do Google. Os dois seguem a ideia do HomePod Mini e não trazem bateria interna, ficando sempre conectados à tomada. Os dois podem ser utilizados como centrais de controle para casas conectadas e, além de reproduzirem músicas a partir de diferentes serviços de streaming. Seus preços no Brasil são de, pelo menos, R$ 349 e R$ 250, respectivamente.

Google Assistente: quatro curiosidades sobre o software

Qual é a melhor caixa de som Bluetooth?